quarta-feira, 19 de junho de 2013

Até sempre

Ainda me custa a crer que uma paginazita que criei na Internet, há cerca de dois anos, para desabafar sobre futebol, e escrita nos intervalos da minha vida real, tenha ultrapassado as cem mil visitas de pessoas que não me conheciam. Agradeço-vos a atenção, pedindo perdão pelos excessos, e gabo-vos a paciência.

De qualquer forma, hoje é dia de informar que, por razões profissionais, vou suspender a minha actividade na blogosfera por tempo indeterminado. O tipo de intervenção que vou mantendo aqui (e que iria manter, porque acho que o blogue serve para isto, e não para uma espécie de actividade acrítica, politicamente correcta e estéril) seria incompatível com os projectos pessoais que estou neste momento a começar.

Se alguém estiver disposto a isso, e tiver feitio para tal, que deixe ligado um aviso de actividade, no caso de, um dia, ela ser retomada. Mas não posso garantir que isso aconteça, pelo menos nos próximos meses/anos.

É verdade que, quando comecei a escrever no blog, a minha intenção era esmiuçar toda a coisa da bola, mas, inevitavelmente, acabei por esmiuçar sobretudo o Benfica, por motivos passionais - como se costuma dizer daqueles crimes de amor.
Devo dizer que isso seria inevitável.
De facto, os últimos dois anos, com todas as suas vicissitudes, apenas serviram para me assegurar de uma ideia que tenho desde há muitos anos - desde ainda antes do clube ter caído no fundo do poço: a de que o Benfica joga sozinho.

O Benfica, em Portugal, joga consigo próprio. A ideia de que o seu sucesso ou insucesso depende dos outros é uma falácia, que os próprios adversários acabam por desmascarar, ano após ano. Esta época foi um excelente exemplo disso.
A atenção dada às derrotas do Benfica, por portistas e sportinguistas, supera esmagadoramente a atenção dada aos sucessos e insucessos dos seus próprios clubes.

No dia em que o Benfica conseguir mobilizar todos os seus recursos culturais, materiais e humanos, não só continuará a ser o maior como tornará a ser o melhor de Portugal, independentemente do que os seus rivais internos conseguirem fazer – ou seja, regressará ao ponto em que estava no momento em que se tornou maior que o país e foi obrigado a consumir-se a si próprio para continuar a viver.
Desta vez, contudo, não encontrará as mesmas condicionantes do tempo anterior. Desta vez, quando tiver de encontrar alguém a quem superar, não encontrará apenas sombras dentro de fronteiras fechadas, mordendo-lhe os calcanhares, mas gigantes, lá fora, num mundo em que as fronteiras deixaram de existir.

Algo me diz que, da próxima vez que voltarmos a falar, não estaremos à procura de uma forma de ganhar ao Porto, mas ao Barcelona.

Até esse dia, um abraço sentido a todos.

Hugo

30 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  2. Péssimas notícias, caramba! Não sendo um comentador assíduo, sou um leitor fervoroso do teu blogue. Vê se vais escrevendo uma vez por outra. Não nos tires é isto de vez. OS dedos de uma mão chegam para contar os blogues benfiquistas que valem realmente a pena e o teu está entre eles.

    Abraço e boa sorte para o resto!

    ResponderEliminar
  3. Resta esperar que dada a incompatibilidade ela seja em função de um projecto glorioso. Gostei de te ler e que tenhas sucesso nos empreendimentos que seguires.

    Menos um espaço interessante na blogosfera para visitar ...

    Obrigado

    ResponderEliminar
  4. Triste, este blogue alimentava mentalmente o pessoal na hora de discutir o futebol. Habituou-nos mal e agora ficamos sem as suas disertações. Boa sorte para sí!!

    ResponderEliminar
  5. verdadeiramente nefasto. até me sinto mal. conheci o blog no rescaldo do final de época. precisava disto para me curar. 26 de maio. passado 4 semanas isto...

    O Benfica tem me trazido muitas coisas boas, talvez este blog tenha sido a melhor... o teu post de 26 de maio é um verdadeiro tratado sobre o ser benfiquista, o que vem a resultar que é um verdadeiro tratado sobre o ser... humano.

    múltiplas lições que aqui deixaste, espero que permaneçam disponíveis à leitura, à crítica, à aprendizagem.

    O mais importante da mensagem que aqui fica, para mim, é que o sentido crítico e a inteligência crítica das coisas é das mais belas árvores que pode florescer nas nossas comunidades. e é uma coisa de tal forma rara que se torna uma pedra de toque quando existe, para todos os que abrem os olhos para ela...

    é uma perda enorme! felicidades para os teus projectos!
    grande grande obrigado e abraço

    - Pedro Paiva

    ResponderEliminar
  6. Grande abraço Hugo.
    Como leitor desde os primórdios deste blog (lembro-me de ter sugerido o contador de visitas e lembro-me também do nick "Especulador Precoce" de outras "guerras"), fico sinceramente triste por este intervalo prolongado.
    Não fiz aqui muitos comentários a artigos, talvez por ter ficado quase sempre com a sensação de que pouco ou nada havia a acrescentar. Concordei muitas vezes, discordei algumas mas a minha consideração por este espaço será eterna.
    Estava a chegar a altura em que já aparecia quem não merecesse aquilo que escrevias. Nos comentários aos artigos as ofensas ao autor já davam os primeiros passos.
    Ficamos com este último artigo que, mesmo sendo de despedida, deixa uma grande mensagem de esperança a todos os Benfiquistas.

    Felicidades.

    ResponderEliminar
  7. Benfiquista_de_Gaia19/06/2013, 19:43:00

    Olá.

    Sem dúvida um excelente blogue, espero que seja um até já, e nunca deixes ceder a tua paixão pelo Benfica!

    Avante pelo Benfica!

    ResponderEliminar
  8. É com pena que recebo a noticia.

    Era um dos meus blogues favoritos. Não concordava contigo em tudo, mas mesmo quando não concordava (às vezes batias forte demais), não deixava de admirar a beleza da prosa, e a coerência da tua opinião. Por isso mesmo, quase sempre me convertias à "tua" verdade do Benfica. É uma pena que não continues, e acredita que eu acredito, que regressarás mais cedo do que pensas. O Benfica está-te no sangue. O Benfica é o teu sangue.

    Um grande abraço e muita sorte nesse novo projeto pessoal que abraças.

    ResponderEliminar
  9. O melhor blog benfiquista. De longe. Hoje a internet fica mais pobre.

    Infelizmente não comentei tanto quanto gostaria, porque se o fizesse estaria apenas a repetir as tuas palavras ou a dizer "tens razão" ou "100% de acordo". E era um insulto comentar os teus posts de uma forma tão simplista. Agora que tudo chega ao fim, vejo que te devo um obrigado pelos bons minutos que aqui passei a ler textos de qualidade e a discutir o futebol como deve ser discutido.

    Espero que tudo corra pelo melhor e faço figas para que um dia encontres uma forma de conciliar o trabalho com a escrita de um blog. Gajos como tu fazem falta à blogosfera e, em geral, ao futebol.

    Um glorioso abraço e boa sorte!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Subscrevo inteiramente!

      Esperemos que um dia chegues à zona de decisão dentro do nosso clube.

      Eliminar
  10. O melhor elogio que posso deixar é que, ao ligar o Chrome, este blog era a 1ª coisa a ser aberta...

    Boa sorte para os teus projectos e volta rápido.

    ResponderEliminar
  11. Sentirei muita falta deste espaço! Angelo

    ResponderEliminar
  12. O mundo cibernético benfiquista fica 50% mais pobre.

    ResponderEliminar
  13. Confesso que esperava sempre com bastante ansiedade um novo post. Já tenho saudades dos teus posts.

    ResponderEliminar
  14. Ao menos acabavas o Jesus (3)...

    ResponderEliminar
  15. Vladimir Kaspov24/06/2013, 12:56:00

    Hugo com todo o respeito, vai cagar!

    Boa sorte e volta quando der.

    Cumps.

    ResponderEliminar
  16. Recusei-me a comentar este post, porque me recusei a acreditar no fim do blog. Este sempre foi um espaço verdadeiramente especial, até porque fui dos primeiros a comentar aqui, tendo conhecido o Hugo na sua criação "Especular Precoce", tal como já foi referido.

    Não há substituto para o Religião. Pura e simplesmente não há. Passada a fase da negação, só me resta agradecer ao Hugo por este espaço, pela partilha de um enorme Benfiquismo e desejar que tenha sorte com os projectos que o levaram a esta decisão.

    De qualquer modo, se quiseres e puderes voltar, terás aqui um leitor fiel.

    Grande abraço, Hugo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
  17. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  18. Obrigado a todos. Sinceramente.

    ResponderEliminar
  19. Oh Hugo! esse dia está para breve? volta, nem que seja uma vez sem exemplo... espero que estejas a viver muito feliz este final de época.

    abraço muito lampião

    - Pedro Paiva

    ResponderEliminar
  20. Engraçado, nesta altura de triunfo Benfiquista, ainda cá vamos passando. Já merecia um textozito do Hugo.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  21. Hugo,ninguém melhor que você para nos dar alguma clarividência de tudo o que se anda a passar. Um texto para nosso deleite,por favor. Um abraço.

    ResponderEliminar
  22. Respostas
    1. De quando em vez espreito para ver se o #Hugo não rabiscou alguma coisa, muita saudade deste espaço,

      Eliminar
  23. está visto. o hugo só volta qnd o benfica jogar a final da champions. com sorte já este ano aahahahah

    ResponderEliminar